30 de novembro de 2012

Um Dia Naquele Inverno

Foi este livro que andei a ler na última semana.

Como agora ando mais tempo de transportes públicos, acabo por me dedicar à leitura nesse tempo, que pouco ou nada tem de produtivo.
Assim, acabo por o usar para pôr a leitura em dia.

Quanto ao livro, apenas posso dizer que é um romancezinho interessante. Não posso dizer que tenha adorado, ou achado a história excepcional, mas deu perfeitamente para me entreter, e claro que também não fiz nenhum sacrifício ao lê-lo. Até porque se eu não gostar de um livro; se a história em nada me entusiasmar, nem sequer faço o sacrifico de o terminar. Mas este não foi o caso e agradeço à minha prima/mana por mo ter emprestado

E por aí, há mais alguém que já o tenha lido? Opiniões?


Deixo-vos a sinopse do livro:
"Numa grande mansão, às portas de Milão, vivem os Cantoni, proprietários há três gerações da homónima e prestigiada fábrica de torneiras. Aparentemente, todos os membros da família levam uma vida transparente, mas, na realidade, todos eles escondem segredos que os marcaram; existem situações que, ainda que conhecidas por todos, permanecem um tema tabu. Omite-se até a loucura de que sofre Bianca, a matriarca desta dinastia.

Um dia, entra em cena Léonie Tardivaux, uma jovem francesa sem dinheiro e sem parentes, que casa com Guido Cantoni, o único neto de Bianca. Léonie adapta-se bastante bem à rotina familiar, compreendendo a regra de silêncio dos Cantoni. Isso não a impede de ser uma esposa exemplar, uma mãe atenta e uma gerente talentosa, que, com bastante êxito, conduz a firma pelo mar hostil da recessão económica. No entanto, também ela cultiva o seu segredo, aquele que todos os anos, durante apenas um dia, a leva a largar tudo e a refugiar-se no Lago de Como.

Mais uma vez, Sveva Casati Modignani cativa o leitor com uma saga familiar que atravessa quase um século da História de Itália, dos anos 20 até aos dias de hoje, colocando em cena personagens encantadoras: homens inteligentes, autênticos e perspicazes, que têm ao seu lado mulheres fortes e inigualáveis, capazes de os aconselhar e apoiar."

4 comentários:

O Blog da S. disse...

Não tenho lido nada, tenho tanta coisa para tratar... :s

Beijocaaaaaaaaaaaaaaaaa.

Palco do tempo disse...

parece interessante :)
Boa sexta feira

Opinante disse...

Não consigo ler nos transportes públicos, além do que a luz não é perfeita :S

Mas boas leituras para ti!

Maria Pitufa disse...

Li uma vez um livro dessa autora...mas confesso que não achei que fosse grande espingarda, se calhar sou capaz de um dia lhe dar uma segunda oportunidade, ainda assim às vezes perco um bocado a paciência com esses romancezinhos!