17 de janeiro de 2013

Chega, chega e chega

Serei apenas eu que já não posso ouvir falar mais em duodécimos, tabelas de IRS, cortes brutais, Troika, e afins??

Eu sei que são problemas que nos afectam a todos, e podem crer que bem fula ando com a forma como esta nova tabela de IRS me afecta, mas já chega um bocadinho, não? Para qualquer lado que me vire, pimba, lá está alguém a falar disto.

No meu trabalho, há um grupo de pessoas que é capaz de estar uma tarde inteira a dissertar sobre isto.
Bolas, se já todos consultámos as tabelas, fizemos simulações, sabemos o que isto implicará connosco (e como vai implicar, meu Deus!) não chega já de dizer vezes sem conta as mesmas e mesmíssimas coisas sobre o assunto??

Vamos lá arejar o espírito e pensar noutras coisas, sim? Mesmo que isto nos preocupe (a mim também me preocupa muito), quero muito poder ir no autocarro, estar a trabalhar, a almoçar etc e tal, sem ouvir falar nisto.


9 comentários:

Plim disse...

Para mim a questäo é se fosse falado para criar outra soluçäo e mudar, mas é que já näo há volta a dar!!

Pec disse...

Daqui a pouco cai-nos outra desgraça e muda tudo de assunto outra vez.

Opinante disse...

Eu já ando com os cabelos em pé com tanto corte!!

Palco do tempo disse...

e o tema das proximas semanas, parece-me ...

PinUp Me disse...

EU já não posso ouvir falar disso e ainda nem sequer quis ir fazer as contas.
Quando chegar ao final do mês, logo vejo.
Sofrer por antecipação, é que não :S

amiga da onça disse...

Amiga para onde quer que me vire e onde quer que vá já tudo é desculpa por causa da crise e das novas tabelas do IRS.
Já não suporto mais

Mariposa Colorida disse...

Eu desde que descobri que por causa do subsídio em duodécimos vouy receber (e o que recebo é o que me interessa) mais 45 euros por mês, fiquei muito contente e já esqueci!

O Blog da S. disse...

Eu também já estou farta, minha querida, e já odeio ver tv.


Bjs e bom fdsemana! ***

EscritaDela disse...

É verdade, eé preferivel discutir outros assuntos mais leves, afinal não vamos mudar nada e não, mais vale espairecer a cabeça :)